Skip to main content

Carta pra você que se importa demais

Querida pessoa que se importa demais,

Eu, na maioria das vezes, costumo guardar minha dor no bolso para cuidar da dor alheia. Quantas e quantas vezes eu me deixei de lado pra cuidar de outro coração espatifado. E nunca foi engraçado perceber que, na maioria das vezes, eu não era suficiente. Tinha sempre alguém mais importante que eu, em algum lugar. Sempre teve alguém melhor que eu. E eu sempre me questionei “por que isso incomoda” ou “eu não deveria me importar com isso”, mas algumas vezes a gente quer se sentir especial. No fundo a gente quer que alguém se importe com nosso “estou bem”.

Eu sempre deixei meu mundo desmoronar para erguer universos alheios. E eu nunca achei engraçado quando as minhas muralhas viraram cacos e ninguém olhou fundo pra enxergar a verdade que eu escondia. Eu espalhei sorrisos quando por dentro eu era um oceano de água salgada. E nunca foi engraçado me afogar em mim.

Eu estive sempre dando sinais (por mais pequenos que fossem), eu sempre quis alguém que se importasse na mesma proporção que eu, sem esforço algum, me importava, mas o mundo está ao contrário e ser desinteressado é mais interessante. Você não deve se importar demais ou o mundo vai te esmagar. Eu não tenho certeza de onde, ao longo do caminho, cuidar demais se tornou uma coisa ruim.

Quando alguém se importar demais, preste atenção. Cuide-as. E desvincule-se daqueles que estão ao seu lado sem o mínimo de interesse pelo seu estado. Às vezes as pessoas que não correspondem às nossas expectativas precisam partir e você precisa aprender a sentir a dor e não se importar com isso, agir com a mesma reciprocidade. Tudo que vai deixa algo de valioso em nós. Quem se importa, fica.

Mesmo quando as pessoas mostrarem a escuridão delas à você, seja luz. Por mais que te quebrem, se reconstrua. Não é pecado se importar demais, mas você simplesmente não pode fazer muito por alguém que não se interessa.

Você ainda pode desejar o melhor pra eles, porque você é assim, mas não pode exigir que eles façam o mesmo por você. E eu sei exatamente como é se esforçar pra ver o melhor nas pessoas, mesmo que elas te machuquem. Isso é se importar demais. Porém, você precisa entender que algumas vezes você precisa deixar partir.

Confie no universo. Confie em você. Sentir demais nunca vai ser algo ruim, muito pelo contrário. Há inúmeros defeitos nos seres humanos, mas cuidar demais nunca será um deles. Opte sempre pela gentileza e verá a evolução do seu ser.

Não pense nem sequer por um segundo que você é vulnerável por ser para os outros aquilo que nunca foram por você. Uma hora o universo irá conspirar pra que todo esse cuidado te alcance.

Querida pessoa que se importa demais, não mude.

Você é tão raro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *